Imaginadora: Fabi Soares

Imaginador: Fabi Soares
Construtor: Santiago Regis

Recebi de surpresa a casa imaginária da Fabi. Ela me mandou o pequeno texto sobre como gastaria que fosse sua casa. E assim como ela, o Santiago surgiu me mostrando suas ilustrações, e pensei que os dois poderiam construir uma casa imaginária incrível. Então foi assim, passei a casa imaginada pela Fabi e o Santiago se prontificou a contruí-la.

“A minha casa é uma Matrioska. Um cômodo vai dentro da parede, que desceu do teto que se transformou numa sala. Uma casa do tamanho certo pra eu caber inteira, não em partes. Uma sala do tamanho certo para caber só os amigos mais indispensáveis ou a família toda: cinco e meio – é o meu cão. Uma casa do tamanho exato da simplicidade que quero pra minha vida.

Quando eu entro é sala, varadinha e uma cozinha embutida no cantinho. Dou um passo pro lado e o mundo muda de lugar. A casa agora é quarto, banheiro e um quadrado em branco para eu amar o que eu faço. Escrevo, invento, fotografo e renovo a coragem. De vez em quando deito na rede da varanda e vejo o mar de um lado e a cachoeira do outro. É um mar que deságua numa cachoeira. Passo horas ouvindo a água e vendo o horizonte girar atrás do livro que leio.

Minha casa é um lugar para eu sentir falta quando estiver na estrada.
Um lugar para eu viver comigo mesma, meu cão, e mais ninguém.
Um lugar pra chamar de meu.”

Casa-Aberta_o